Como calcular o valor do Seguro-Desemprego?

Nos outros artigos explicamos as condições necessárias para receber o benefício e para saber a quantidade de parcelas que será paga. Agora, essencial entender como é feito o cálculo do valor do Seguro-Desemprego.

Este cálculo depende de fatores subjetivos, sendo diferente para cada trabalhador. Importante, para isto, saber algumas informações, como:

  • A média dos salários dos últimos 3 meses anteriores à dispensa;
  • O número de meses trabalhados antes da solicitação do seguro;
  •  O recebimento ou não de algum outro auxílio nos últimos 36 meses.

De qualquer forma, o valor do benefício nunca será inferior ao valor do salário-mínimo, nem superior a R$ 1.813,03, teto do benefício.

O Seguro-Desemprego será suspenso caso o trabalhador seja admitido em novo emprego, pois o objetivo é auxiliar financeiramente aquele que não está inserido no mercado de trabalho, ou caso receba algum benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto o auxílio-acidente, o auxílio suplementar e o abono de permanência em serviço.

Também será suspenso caso receba o auxílio-desemprego ou caso o trabalhador se recuse, injustificadamente, a participar de ações de recolocação de emprego.

Dito tudo isto, podemos ressaltar que o recebimento do Seguro-Desemprego prolonga a qualidade de segurado junto ao INSS, pois comprova a situação de desemprego involuntário do trabalhador, ao estender o período de graça por mais doze meses.

Esperamos que suas dúvidas tenham sido esclarecidas. Se tiver problema com a concessão do benefício, entre em contato conosco que teremos a satisfação em auxiliá-lo.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Converse com Advogado Online

Falar com Advogado
1
💬 Precisando de ajuda?
Olá 👋
Precisando de ajuda jurídica ? 👩‍⚖️⚖️